Energia: governo retoma descontos cumulativos para irrigantes e aquicultores

Energia: governo retoma descontos cumulativos para irrigantes e aquicultores

Norma atende demanda do setor apenas em parte, pois benefícios serão zerados em cinco anos

O governo federal publicou, nesta quinta-feira, dia 4, o decreto que retoma os descontos cumulativos na energia elétrica rural para irrigantes e aquicultores. A medida havia sido extinta pelo ex-presidente Michel Temer no fim do ano passado. Agora, esses grupos podem realizar um abatimento maior na conta de energia durante o período noturno. Isso deve impedir um aumento de até 43% estimado caso a norma não fosse revista.

O texto assinado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, e os ministros da Economia, Paulo Guedes, de Minas e Energia, Bento Albuquerque, do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, e da Agricultura, Tereza Cristina, não reverteu, porém, a redução gradativa no valor dos descontos gerais. Eles vão continuar sofrendo cortes de 20% pelos próximos cinco anos até serem zerados em 2023.

“A redução de 20% a cada ano fica mantida, os descontos terminam de toda forma em cinco anos. Entendemos que o setor precisa dos descontos pelo beneficiamento gerado para sociedade e porque a qualidade da energia no setor rural é bem inferior à do urbano”, afirmou o assessor técnico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) Gustavo Goretti.

O desconto para produtores rurais enquadrados no grupo B (baixa tensão, abaixo de 2,3 kV) é de 30%, mas está sendo reduzida pelas concessionárias de energia elétrica de todo o país em 20% este ano. No Ceará, por exemplo, o valor já foi atualizado para 24%. Essa redução sofrerá novos cortes no mesmo percentual até chegar a zero em 2023.

Fonte:https://canalrural.uol.com.br/noticias/energia-governo-retoma-descontos-cumulativos-para-irrigantes-e-aquicultores/

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu